• MaxClean

4 dicas para otimizar a limpeza da sua clínica de estética

A procura por procedimentos estéticos está sempre crescendo. Consequentemente, a quantidade de clínicas também aumenta, o que torna a concorrência mais e mais acirrada. Diante desse cenário, é quase uma regra que os gestores se questionem e pensem em formas de aprimorar e aumentar a competitividade do seu negócio.


É sempre importante ressaltar que o ramo da estética vai além das aparências e está profundamente relacionado à saúde. Diante disso, para se diferenciar no mercado, é essencial que uma das garantias das clínicas seja um ambiente devidamente organizado e higienizado.


Isso vai cuidar da segurança, saúde e bem-estar dos funcionários e clientes, além de melhorar as impressões que as pessoas terão do seu negócio. Isso pode aumentar consideravelmente a sua popularidade, vendas e autoridade.


Continue com a gente e saiba 5 dicas imperdíveis para otimizar a limpeza da sua clínica de estética!



1) Desenvolva um olhar minucioso

Para manter a ordem e limpeza da sua clínica de estética, é imprescindível que você, como gestor ou gestora, desenvolva uma olhar meticuloso. Todos os detalhes, ambientes e superfícies devem ser levados em consideração no dia-a-dia para alcançar a melhor higiene possível.


Da sala de espera às pinças utilizadas, literalmente tudo deve estar no seu radar observador. Isso é importantíssimo para enxergar as necessidades de cada local, de cada procedimento e elaborar o melhor plano de limpeza possível, com intervalos de tempo, produtos e métodos devidamente especificados.


As clínicas oferecem uma grande diversidade de procedimentos. Micropigmentação de sobrancelha, depilação, botox, tratamentos com laser, aplicação de hidrogel e manicure são apenas alguns exemplos. A grande maioria deles são invasivos e envolvem contato com sangue e outras secreções, unhas, cutículas, cabelos, pêlos etc.


Assim, fica claro que a limpeza das clínicas de estética possui uma responsabilidade muito grande: ela, na verdade, é um caso de saúde pública. Basta pensar nas consequências que infecções causadas por alguma bactéria que sobreviveu a uma higiene inadequada podem gerar. A saúde, auto estima e até vida de diversas pessoas podem ser prejudicadas.


E, portanto, a existência do seu próprio negócio. É um risco que definitivamente não vale a pena correr.




2) Descarte adequado de materiais e resíduos

Como dito anteriormente, muitos dos procedimentos das clínicas de estética envolvem resíduos orgânicos. É indispensável que eles tenham o descarte adequado para não correr o risco de contaminarem funcionários, clientes nem o meio ambiente.


O mesmo vale para todos os materiais descartáveis, que podem ser, inclusive, perfurocortantes. E no caso dos que são reutilizáveis, como os alicates, precisam ter a adequada esterilização ou desinfecção.


É preciso garantir que todas as exigências e orientações dos órgãos reguladores e fiscalizadores, como a ANVISA e Conama, sejam corretamente seguidas. Bem como das legislações do governo estadual e municipal.



3) Cuidado com a higiene dos funcionários


Qualquer trabalho que envolva o contato físico entre pessoas exige um cuidado minucioso com a higiene pessoal dos colaboradores. No caso das clínicas então, em que esse contato é muito próximo e pode envolver resíduos, deve ser ainda maior.


Diante disso, os gestores devem fornecer os materiais e condições adequados para esse processo, de banheiros bem equipados, com sabão e papel toalha, nunca secadores; a dispensers com álcool em gel. Além disso, a conscientização constante da importância desse hábito para a otimização da limpeza da clínica de estética também se faz muito importante.


Mas a higienização pessoal dos funcionários não anda sozinha: ela também depende dos EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). Apenas assim a equipe terá a devida proteção contra transmissões de doenças e infecções, dos próprios funcionários para os clientes e ambiente/superfícies, e vice-versa. Portanto, é preciso garantir a compra e uso adequado e frequente desses equipamentos!


4) Uso de produtos e equipamentos de limpeza de qualidade!

A nossa última dica para que a higiene da sua clínica de estética seja otimizada é o uso de bons produtos e equipamentos de limpeza. Eles devem assegurar a adequada desinfecção dos ambientes e superfícies, ou seja, eliminar os microrganismos que podem ser prejudiciais à saúde, como vírus, fungos e bactérias.

Eles também precisam seguir as exigências dos órgãos reguladores, sem oferecer perigo aos funcionários, clientes e o mínimo impacto possível ao meio ambiente.


CONTE COM A MAX CLEAN!


Caso tenha alguma dúvida sobre o processo de limpeza das clínicas de estética, é só falar com um dos nossos consultores. A Max Clean é especializada em limpeza profissional e pode te ajudar!

Gostou do conteúdo? Não deixe de acompanhar as nossas novidades nas redes sociais.


Facebook | Linkedin | Instagram

91 visualizações

SIGA - NOS NAS REDES SOCIAIS

  • LinkedIn - MaxClean
  • Facebook - MaxClean
  • Instagram - MaxClean

MAPA DO SITE

BRASÍLIA  61 3361-3330

GOIÂNIA  62 3294-1448

© Copyright 2017 MaxClean Comércio Serviços Imp. Exp. Ltda. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por 113dc Design + Comunicação