• MaxClean

Como alcançar uma boa limpeza hospitalar?

Atualizado: 19 de Nov de 2019

As instituições de saúde lidam diretamente com a vida de outras pessoas, o que traz uma responsabilidade incontestável. A limpeza desses ambientes deve ser um dos principais focos de atenção e garantir segurança aos funcionários, pacientes e acompanhantes.


Os hospitais, postos de saúde e clínicas devem arcar com a sua função de cuidar da saúde, eliminando adequadamente os agentes patológicos do ambiente e fazendo o que for possível para não atuar como uma fonte de riscos. Os elevados índices das infecções hospitalares refletem uma negligência constante das instituições e profissionais do meio em relação aos processos de limpeza.


E na sua instituição, como vão os cuidados com a higiene? Ela tem sido foco da sua atenção e dos seus colaboradores? Por mais que você possa lidar com ela de forma adequada, é sempre possível e positivo melhorar.


Continue conosco para saber como ter uma limpeza hospitalar adequada e trazer ainda mais sucesso para o seu negócio!




1) Limpeza ≠ Desinfecção ≠ Esterilização


O primeiro passo para garantir uma limpeza hospitalar efetiva é entender que limpeza, desinfecção e esterilização são processos diferentes.


A limpeza consiste na remoção de sujidades e resíduos físicos. Já a desinfecção elimina agentes nocivos à saúde, como vírus e bactérias, a que os hospitais estão constantemente expostos. A esterilização é ainda mais eficiente, destruindo uma gama ainda maior de microrganismos.



2) Classifique as áreas e faça um cronograma de limpeza


Tendo em mente as diferenças de cada tipo de higienização, é preciso dividir e estabelecer qual será realizada em cada local da instituição. Isso pode ser feito a partir da classificação das áreas entre:


  • Críticas: onde residem pacientes graves ou com sistema imunológico debilitado e maiores riscos de infecções, como UTIs, lavanderias e salas de cirurgia;

  • Semicríticas: podem possuir pacientes internados e apresentam menores riscos de infecções, como consultórios, enfermarias e apartamentos;

  • Não críticas: onde não circulam pacientes e apresentam baixos riscos de infecções, como almoxarifados, corredores e áreas administrativas.


Assim, será possível estabelecer qual grau de limpeza será necessário, bem como a frequência e os produtos a serem utilizados. Mas não se esqueça de que mesmo as áreas não-críticas precisam da adequada higienização! Elas provavelmente terão que passar pelos procedimentos em uma frequência menor, mas não podem estar fora do planejamento. Afinal, os funcionários e visitantes transitam constantemente entre as diversas áreas e podem ser responsáveis pela migração de microrganismos de um local para outro.


Daí surge a importância do cronograma de limpeza, que vai organizar todas essas informações, estabelecendo e evidenciando adequadamente os horários, dias, locais e funcionários responsáveis pela higienização de cada local. O trabalho e o desenvolvimento do cronograma deve ser minucioso, considerando literalmente todos os cantos do estabelecimento, e um papel fundamental do gestor é garantir que ele seja respeitado e seguido.



3) Treine a sua equipe


Garantir que o cronograma e as regras estabelecidas em relação à higienização sejam seguidos está intimamente ligado ao treinamento e cultura da equipe. Não exite em treinar os seus funcionários, sejam eles responsáveis pelos processos de limpeza ou não. A consciência do cuidado e responsabilidade intrínsecas ao trabalho deve ser constantemente ressaltada a todos, para trazer mais qualidade na higiene, seja ela pessoal ou do ambiente.


Os treinamentos devem ser realizados periodicamente, mostrando dados, explicando adequadamente como utilizar os produtos e equipamentos, ressaltando a importância da higiene pessoal, trazendo possíveis ajustes e destrinchando claramente o cronograma.


Com uma equipe bem treinada e consciente do cuidado necessário em relação à higienização, a excelência do seu hospital será maior e a ocorrência de erros, menor.



4) Use bons materiais!


Apenas materiais de limpeza adequados vão garantir a excelência que a sua instituição exige. Quando o assunto é saúde, não vale a pena arriscar com invenções caseiras, muito menos clandestinas.


Os produtos devem realizar adequadamente a limpeza e a desinfecção, garantindo a eliminação completa das sujidades, dos agentes infecciosos e a segurança dos funcionários e pacientes. E a melhor escolha são os produtos profissionais. Além de serem aprovados pelos órgãos regulamentadores, eles ainda trazem mais eficiência e economia para o seu negócio. O mesmo vale para o maquinário de limpeza.



PARA LIMPEZA EFICAZ, CONTE COM A MAX CLEAN!



O caminho para alcançar uma boa higiene hospitalar pode não ser simples, mas traz inúmeros benefícios. Caso deseje auxílio para aprimorar os seus processos de limpeza, conte com a Max Clean! É só falar com os nossos consultores.


Somos especializados em limpeza e higiene profissional e atuamos na região central do Brasil. Não deixe de acompanhar as novidades nas nossas redes!


Facebook | Linkedin | Instagram

238 visualizações

SIGA - NOS NAS REDES SOCIAIS

  • LinkedIn - MaxClean
  • Facebook - MaxClean
  • Instagram - MaxClean

MAPA DO SITE

BRASÍLIA  61 3361-3330

GOIÂNIA  62 3294-1448

© Copyright 2017 MaxClean Comércio Serviços Imp. Exp. Ltda. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por 113dc Design + Comunicação